9 de maio de 2016

No mês de Maria, um testemunho por dia: nº 09


Assim como eu tive durante toda a minha infância o exemplo de minha mãe constantemente rezando o Terço em diferentes situações, também quis que meus filhos tivessem em mim esse modelo e essas memórias de nossos momentos de oração na infância deles.
Desde o ventre, cada uma das crianças provavelmente já estava habituada com a doce melodia das Ave-Marias, pois já há algum tempo a oração do terço é um compromisso meu com Nossa Senhora. "Um terço por dia", pelo menos, esse é meu lema. 
Na minha juventude, quando tinha mais tempo disponível, rezava o Rosário diariamente, mas com as exigências da criação dos filhos e a vida cada vez mai atarefada (são 4 irmãos) se tornou difícil, embora ainda possível de vez em quando. 
Assim, mesmo com essa dificuldade, naturalmente fui incluindo as crianças nesse propósito da oração do Terço. Muitas e muitas vezes é necessário alguns estratagemas, especialmente quando eles eram menores, mas ainda hoje também, para que eles "entrem na onda" da oração. Por exemplo, por várias vezes permiti que rezassem brincando. Eu ia rezando em voz alta enquanto eles, aos meus pés, rezavam de sua maneira, em meio a carrinhos, bonecas e lápis nas mãos. 
Outras vezes, para tentar variar um pouco e instigar-lhes o interesse, colocava um CD com a Oração do Terço, ou rezávamos com as Rádios ou TVs Católicas. Em outras ocasiões, procurava vídeos no YouTube com as contemplações dos mistérios onde eles podiam "assistir" também as imagens, o que ajuda bastante a entender o sentido da contemplação e prender a atenção deles. 
Rezar o Terço nas caminhadas, ou nos trajetos de carro, ou levá-los para ajudar nas vezes que rezamos em comunidade, ter uma capelinha em casa com velas e uma Cruz, ou imagem de Nossa Senhora... Tudo isso os atrai à oração.
Mas o que mais os motiva é, sem dúvida, o fato da oração do Terço ser uma rotina em família. Cada um tem seu tercinho e frequentemente, ganhar um terço novo e bonitinho, com as contas em formato de estrelas, corações, rosas, coloridos, etc, é a recompensa por algum bom comportamento, fato sempre desejado e festejado. 
Atualmente infelizmente não consigo rezar todos os dias o Terço com eles, mas separo alguns momentos do ano para fazer essa empreitada por um período de dias seguidos, como no Advento, Quaresma, ou no mês de Maio. E pelo menos frequentemente, alguns dias por semana, na medida do possível, estamos reunidos rezando o Terço. Os maiores já decoraram os mistérios, os pequenos são celebrados quando rezam direitinho. 
Enfim, meus filhos são educados para a oração, pois tudo nessa vida é aprendizado. Desde o ventre incutimos a devoção mariana na vida deles simplesmente por que não dá para escapar disso morando com a gente, vivendo aqui em casa. 
Rogo a Deus, nosso Senhor, que eles possam crescer neste costume, assimilando os ensinamentos que ele oferece, crescendo em estatura, sabedoria e graça, sob a proteção do manto sagrado da Mãe Celeste! É o que eu peço hoje, pelo nome santo de Jesus, por meio da intercessão da Imaculada Mãe e de seus anjinhos da guarda, amém!