21 de maio de 2016

No mês de Maria, um testemunho por dia: nº 21


A devoção à Nossa Senhora me proporcionou a adorável experiência do "Terço nas casas", uma das maneiras mais simples e eficazes de evangelização que conheço. A simples oração do Terço toca as famílias visitadas, abre-lhes o coração tantas vezes adormecido para a espiritualidade, prepara o terreno para o anúncio do Evangelho, proporciona a fraternidade!...
Dentro da vivência de ser Igreja, desde sempre, pude participar desse modo ímpar de ser católica, tanto recebendo a Capelinha da Mãe Peregrina na nossa infância, as novenas, as "pastorais" do grupo jovem nas casas dos membros, nos asilos, capelas, visitas aos enfermos, consagração dos lares com a RCC, enfim... São muitas as memórias de momentos de muita singeleza, mas também muita unção, sob a proteção de Maria, com o auxílio da oração do Terço. 
Quantas restaurações de casamentos pude testemunhar por uma simples oração do Terço nas casas! Famílias sendo reconstruídas, curas de doenças, bênçãos alcançadas, superação de dolorosos processos de luto, filhos voltando para a Igreja, conversões de pessoas de uma vida de crime... Um Terço rezado com fé, amor e entrega, unido a um anúncio destemido da Palavra de Deus: receita simples para experienciar milagres! 
Uma das atividades que gostaria de destacar desta prática maravilhosa é o que denominamos o "Cenáculo dos Amigos". Num momento muito oportuno inspirado por Deus, resolvemos reunir um grupo de bons e velhos amigos que se conheceram na Igreja, no trabalho com o Grupo Jovem, ao redor da Palavra e de Nossa Senhora para revivermos essa amizade nascida pela fé. Visitamos as casas uns dos outros, envolvemos as famílias, combinamos lanchinhos especiais e o resultado foi um resgate de uma convivência fraterna mais próxima, de uma comunhão que sentíamos tanto a falta desde que todos nós nos tornamos "adultos" e a correria da vida foi nos afastando em termos de convívio, mas nunca em termos de afetividade. Momentos de renovação espiritual e partilhas riquíssimas nos aproximaram ainda mais e não tenho dúvidas que mais uma vez, isso foi obra de Maria em minha vida, em nossas vidas! 
Maria, como Mãe bondosa, se compraz em ver seus filhos unidos, ajudando-se mutuamente, "embaixo de suas asas", e escuta atenta da Palavra Divina, em amoroso exercício de devoção. Tenho certeza que cada encontro que tivemos (e os que ainda teremos!) serão pura Providência para nossas almas, nossas amizades, benefícios para nossas famílias e para as intenções que depositamos aos pés da Virgem em oração, e que muitos frutos colheremos dessa ação! Louvado seja Nossa Senhor Jesus Cristo: para sempre seja louvado e sua Mãe Maria Santíssima!