17 de março de 2011

Quaresma e Via Sacra

 A Quaresma é um tempo especial na Igreja, tempo de reflexão de vida, de aprofundarmos nosso relacionamento com nosso amigo e Senhor Jesus Cristo, a fim de que a vontade de Nosso Pai  Celeste seja plena em nossa vida e desse modo possamos alcançar o que o nosso coração tanto almeja: a felicidade.  Para tal, a Igreja nos convida ao jejum, à penitência, às mortificações, em espírito de oração e conversão, com o intuito de tirarmos um pouco o foco de nós mesmo e nos voltarmos mais a Deus e aos irmãos. Só assim a Páscoa, meta da vivência quaresmal, pode fazer algum sentido concretamente numa caminhada espiritual autêntica.
Com a mesa mais pobre nesse período, fica mais fácil para nós vivenciarmos o que é o dia-a-dia de muitos irmãos famintos; com a abstinência de alguns de nossos hábitos de conforto corriqueiros, expõe-se aos nossos olhos a pobreza na qual muitos próximos vivem suas vidas na penitência todos os dias do ano (e na qual Jesus viveu toda sua vida terrestre); com as mortificações oferecidas, não só do que é supérfluo em nossas rotinas mas talvez até do que seja necessário, provamos o que é o sacrifício por amor, oferecido com vistas a um bem maior, e nisso completamos em nossa própria carne o que falta aos sofrimentos de Cristo (Col 1,24).
Nesse sentido é que a meditação da Via Sacra durante a peregrinação quaresmal completa em  oração o que estamos vivenciando na prática em nossas obras penitenciais. Dom Antônio Mayer explica sobre a utilidade da oração da Via Sacra na Quaresma:
"A melhor maneira de aproveitar bem o tempo quaresma, é o exercício consciente e vivificante da “Via Sacra”. Com efeito, este piedoso e tradicional exercício, que nos une a Jesus Cristo, no doloroso caminho, por Ele percorrido, ao seguir para o Calvário, onde seria imolado por nossos pecados. Ela excita em nós a gratidão, diante do amor, inefavelmente generoso e misteriosamente misericordioso, com que Jesus nos remiu; (...) mostra, ao vivo, a malícia enorme do pecado (...); desperta em nós o desejo de repararmos, nós também, nossas infidelidades e de cooperarmos com Jesus Cristo na salvação das almas. Daí o benefício da Via Sacra: predispõe-nos a imitar a Jesus Cristo, na sua humildade e nos seus padecimentos. Faz-nos aceitar e mesmo procurar a mortificação dos sentidos, de nossa gula, de nossas comodidades, e sobretudo de nossa vontade que nos torna mais submissos a Deus e aos nossos superiores por amor de Deus. Assim, com a “Via Sacra”, meditada e vivida, a Quaresma opera a nossa conversão e nos prepara para as puras alegrias da Santa Páscoa."*
O Papa Bento XVI ensina que "os textos, as meditações e as orações da Via Sacra nos ajudam a contemplar o mistério da Paixão a fim de que aprendamos a imensa lição de amor que Deus nos deu na Cruz, para que nasça em nós um renovado desejo de converter o nosso coração, vivendo a cada dia no amor, a única força capaz de mudar o mundo." **

Que possamos nos unir à Igreja nessa Quaresma e que a meditação das estações da Via Sacra nos ajude a nos unirmos mais a nosso amigo e Senhor Jesus de Nazaré e sermos mais parecidos com Ele. 

Para Via Sacra on line, acesse: http://www.catolicaco.com/viasacra/


*   http://www.catequisar.com.br/texto/materia/celebracoes/quaresma/05.htm
** http://migre.me/43ROX