15 de abril de 2013

Jesus, Maria e José: nossa família vossa é!




Um pai, uma mãe e os filhos: eu acredito na família como Deus a criou!
Um pai, uma mãe e os filhos: eu acredito na família como Deus quis fazer parte na Sagrada Família de Nazaré!
E ainda que as nossas famílias não sejam perfeitas conforme o sonho de Deus, eu acredito que o Senhor quer fazer da minha e da sua família uma família sagrada!
Para isso, pais, mães, filhos, cada um exerça com amor e seriedade seu papel no seio familiar, colocando o Senhor acima de tudo e à frente de todos, tendo a consciência de que, embora nem todo mundo seja vocacionado ao matrimônio, todo ser humano é chamado a ser família!

Seguindo os conselhos do Pe. Zezinho na famosa Canção “Oração pela Família”:

Homens, carreguem em seus ombros a graça de serem verdadeiramente PAIS! Segundo Dom Henrique Soares (bispo auxiliar de Aracaju)*, “ a paternidade radical, fontal, princípio e modelo de toda paternidade brota de Deus e Pai. Ninguém pode ser pai a não ser em referência ao Pai de Jesus: "Dele procede toda paternidade no céu e na terra" (Ef 3,14). Seja o Pai Celeste o grande modelo para ti, homem! (Mt 5, 48) Mas também São José, o justo (Mt 1, 19)!

Mulheres, sejam de fato um céu de ternura, aconchego e calor! Tenham a percepção que é em sua feminilidade que se “exprime o seu talento com o serviço aos outros na normalidade do quotidiano. É no doar-se aos outros na vida de cada dia, que a mulher encontra a profunda vocação da própria vida,  enriquecendo a compreensão do mundo e contribuindo para a verdade plena das relações humanas. (Beato João Paulo II)** Seja Nossa Senhora a referência para ti, mulher! Referência de como ser a mulher virtuosa de Provérbio 31!

Filhos, procurem conhecer a força que brota do amor na busca sincera de Deus, na observância de seus Mandamentos, na participação da vida eclesial. Observem a manifestação desse amor nos esforços de seus pais para trazê-los ao mundo e criá-los com afeto e dignidade e os honre por um respeito, docilidade e obediência verdadeiros (CIC § 2216). Conheçam o amor e sua força amando e sendo amados no ambiente familiar. Seja Jesus, Filho de Deus Pai, filho de Maria e José, o grande e inigualável exemplo para todos os que são filhos (crianças, jovens, adultos e idosos)! Aprendamos com Ele a fazer bem todas as coisas, a sermos mansos, humildes de coração, obedientes (até a cruz se preciso for), a fazer a vontade dos pais e a Vontade do Pai!  

Famílias, contemplemos e imitemos a Sagrada Família de Nazaré! Rezemos pelas famílias do mundo inteiro, Igrejas domésticas, Santuários de Vida, Escolas de Amor!

“A preocupação de Maria e José por Jesus é a mesma de todos os pais que educam um filho, que o introduzem na vida e na compreensão da realidade. Portanto, hoje é indispensável dirigir uma oração especial ao Senhor por todas as famílias do mundo. Imitando a Sagrada Família de Nazaré, os pais se preocupem seriamente pelo crescimento e pela educação dos próprios filhos, a fim de que amadureçam como homens responsáveis e cidadãos honestos, sem nunca esquecer que a fé é um dom precioso que deve ser alimentado nos próprios filhos, inclusive com o exemplo pessoal. Ao mesmo tempo, rezemos para que cada criança seja recebida como dom de Deus, apoiada pelo amor do pai e da mãe, para poder crescer como o Senhor Jesus, “em sabedoria, idade e graça diante de Deus e dos homens” (Lc 2, 52). O amor, a fidelidade e a dedicação de Maria e José sejam exemplo para todos os esposos cristãos, que não são os amigos ou os donos da vida dos seus filhos, mas os guardiões deste dom incomparável de Deus. O silêncio de José, homem justo (cf. Mt 1, 19), e o exemplo de Maria, que ponderava todas as coisas no seu coração (cf. Lc 2, 51), nos façam entrar no mistério cheio de fé e humanidade da Sagrada Família. Desejo a todas as famílias cristãs que vivam na presença de Deus, com o mesmo amor e a mesma alegria da família de Jesus, Maria e José.”***

Jesus, Maria e José: nossa família vossa é!



*Disponível em www.domhenrique.com.br
**Carta do Papa João Paulo às Mulheres (1995)
***Angelus na Festa da Sagrada Família, Papa Bento XVI, 2012