7 de fevereiro de 2013

CARNAVAL DO CATÓLICO É PREPARAÇÃO PARA A QUARESMA



Aproxima-se o Carnaval e a maioria das pessoas trata de se programar para o que quer que pretenda fazer neste que é considerado por muitos o verdadeiro reveillon brasileiro, após o qual o ano realmente se inicia. O brasileiro é um povo de cultura riquíssima e alegria indestrutível e o verão é a estação do ano que geralmente conjuga as férias e o famoso ócio criativo que culminam nas manifestações populares carnavalescas antecipadas, já que na mentalidade tupiniquim, nada justificaria sua limitação aos dias oficiais do evento.
Há quem afirme não gostar de festas, multidões e barulho e aproveita os dias de Carnaval para outras atividades de lazer, descanso, etc, já que independente de ser folião ou não, o país valoriza tanto o evento que dispensa 4 dias “oficialmente” para tal!
O povo brasileiro é igualmente religioso e pipocam nessa época do ano não apenas os blocos de folia, mas também os encontros de espiritualidade. A RCC Brasil enunciou pela internet que o “Brasil é o país dos Retiros de Carnaval” e isso é facilmente constatável em qualquer cidade de nosso país! Só aqui na Arquidiocese de Brasília já contei quatro grandes eventos de espiritualidade e evangelização para o Carnaval 2013!
Não sei se seria possível se manter em estado de graça e simultaneamente se divertir no Carnaval. Seria talvez, mais ou menos comparável à história contada por Jesus envolvendo o rico, um camelo e o fundo de uma agulha. Mais ou menos como tentar reunir todos os confetes jogados para cima ou reenrolar com perfeição a serpentina lançada no ar, sempre ficam as marcas dessa dispersão. Não pretendo aqui julgar as opções das pessoas. Só quero propor uma reflexão para qual já não tenho dúvidas alguma: aquele que optar por essas atividades neste feriado que o faça consciente de que está transitando em território inimigo. 

As festas de Carnaval brasileiras nos parâmetros atuais torna praticamente impossível ao cristão não se contagiar (ou contaminar) em obras da carne que o façam romper com a santidade da presença de Cristo em seu ser. Não é fato desconhecido que em suas origens, o Carnaval era justamente uma ocasião em que as pessoas aproveitavam para extravasar antes do período da Quaresma, que é de sobriedade. Lembremo-nos disso quando os foliões estiverem cantando o convite mundano: “Extravasa! Libera e joga tudo pro ar! Eu quero ser feliz antes de mais nada!”  O YouCat no nº 281 ensina: “Deus colocou em nosso coração uma ânsia tão infinita de felicidade QUE SÓ ELE A CONSEGUE SATISFAZER.” Estejamos atentos e conscientes de nossas escolhas, do nosso agir onde quer que estejamos. Não nos iludamos na empolgação do som alto e da adrenalina liberada nas danças, pois como dizia melancolicamente o poeta, às vezes se trabalha o ano inteiro por um momento de sonho, se fantasiar e fugir da realidade para que depois tudo se acabe na quarta-feira...
Quer você opte por vivenciar a cultura carnavalesca, descansar ou participar de um momento de espiritualidade, lembre-se: NADA PODE TE SEPARAR DO AMOR DE CRISTO! (Rom 8,35-39) E esteja você onde estiver, fazendo o que estiver fazendo, tenha seus olhos abertos para saber que Jesus estará ao seu lado, olhando por você e suas ações.
Para mim, esse ano, o Espírito inspirou uma frase: “Para o católico, Carnaval é PREPARAÇÃO PARA A QUARESMA.” Para o católico autêntico, essa preparação tem prioridade sobre outras escolhas. Nem afirmo que se deva excluir outras possibilidades, mas que a preparação para a Quaresma tenha a primazia no lugar onde tudo fica às claras, sem máscaras, diante de Deus: o nosso coração.
Existem pessoas que passam o retiro de Carnaval inteiro brigando, fofocando, tristes, de mal para a vida, fechados à graça do amor de Deus. Talvez haja quem possa brincar o Carnaval de forma saudável, com moderação e sem excluir a Cristo em seus pensamentos e obras. Então não é o lugar ou atividade que será decisivo, mas nossa disposição interior.
Dito isso, desejo a todos “um santo e abençoado Carnaval”! Preparemo-nos para viver a Quaresma onde quer que estejamos, tempo riquíssimo de misericórdia de Deus para nós!