14 de junho de 2011

Salmo 3


(Salmo de lamentação individual em que predomina a confiança: enquanto os inimigos, baseados na ausência de Deus, se animam a oprimir o indefeso, o salmista confia na presença do Deus salvador, que atua em favor do indefeso que o invoca. O título alude a Davi que,em sua consternação, não se queixa aos seus confidentes, mas dirige a Deus a oração matinal, cheia de confiança, cf.2 Sm 15-18.)*

1. Salmo de Davi, quando fugia de Absalão, seu filho.

2. Senhor, como são numerosos os meus perseguidores! É uma turba que se dirige contra mim.

3. Uma multidão inteira grita a meu respeito: Não, não há mais salvação para ele em seu Deus!

4. Mas vós sois, Senhor, para mim um escudo; vós sois minha glória, vós me levantais a cabeça.

5. Apenas elevei a voz para o Senhor, ele me responde de sua montanha santa.

6. Eu, que me tinha deitado e adormecido, levanto-me, porque o Senhor me sustenta.

7. Nada temo diante desta multidão de povo, que de todos os lados se dirige contra mim.

8. Levantai-vos, Senhor! Salvai-me, ó meu Deus! Feris no rosto todos os que me perseguem, quebrais os dentes dos pecadores.

9. Sim, Senhor, a salvação vem de vós. Desça a vossa bênção sobre vosso povo. 

* Comentários da Bíblia Sagrada, Ed. Vozes.