7 de março de 2015

Oração das crianças especiais


Bem aventurados os que compreendem o meu estranho passo a caminhar. 
Bem aventurados os que compreendem que ainda que meus olhos brilhem, minha mente é lenta. 
Bem aventurados os que olham e não vêem a comida que eu deixo cair fora do prato.
Bem aventurados os que, com um sorriso nos lábios, me estimulam a tentar mais uma vez. 
Bem aventurados os que nunca me lembram que hoje fiz a mesma pergunta duas vezes. 
Bem aventurados os que compreendem que me é difícil converter em palavras os meus pensamentos. 
Bem aventurados os que me escutam, pois eu também tenho algo a dizer. 
Bem aventurados os que sabem o que sente o meu coração, embora não o possa expressar. 
Bem aventurados os que me amam como sou, tão somente como sou, e não como eles gostariam que eu fosse.

Fonte: Nte Formação de Professores