12 de dezembro de 2012

O Advento e o Natal com as crianças


O Advento é uma excelente oportunidade para a catequese familiar com as crianças! É nosso papel enquanto pais e responsáveis “empolgá-los” com esse tempo maravilhoso e há várias maneiras de fazer isso: a decoração, os símbolos cristãos, as devoções, as orações em família... Hoje gostaria de deixar algumas sugestões para aproveitar com as crianças esse tempo especial.
O momento de enfeitar a casa pode ser uma ótima atividade de férias! A família pode se unir para reaproveitar os enfeites de natal ou organizar/confeccionar novos, com artesanato, sucata (o que daria já uma boa conversa sobre reciclagem e reutilização em detrimento ao consumismo sugerido pelas propagandas comerciais)... Os tradicionais pisca-piscas evocam a Luz que é Cristo, a quem se atribui na liturgia a profecia de Isaías no capítulo 9, versículo 1 (O povo que andava nas trevas, viu uma grande luz!), ou o belíssimo hino o 1º capítulo de João ([O Verbo] era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem. Jo 1, 9) entre outras tantas menções que podem ser trabalhadas na linguagem das crianças.
Um grande sucesso entre a molecada costuma ser a árvore de Natal. Por que não começar explicando o seu significado cristão? Confira o que ensinou o caríssimo Beato João Paulo II no Angelus de 19/12/2004 sobre o tema e explique para os pimpolhos de um jeito que eles possam entender:

(A Árvore de Natal)... também é uma antiga tradição, que exalta o valor da vida porque na estação invernal, a árvore sempre verde se torna um sinal da vida que não perece. Geralmente, na árvore adornada e aos pés da mesma são colocados os dons de Natal. Assim, o símbolo torna-se eloquente também em sentido tipicamente cristão: evoca à mente a "árvore da vida" (cf. Gn 2, 9), figura de Cristo, supremo dom de Deus à humanidade. Por conseguinte, a mensagem da árvore de Natal é que a vida permanece "sempre verde", se se torna dom: não tanto de coisas materiais, mas de si mesmo: na amizade e no carinho sincero, na ajuda fraterna e no perdão, no tempo compartilhado e na escuta recíproca.

Outra opção é a Coroa do Advento, que pode ser feita em família, com a participação do pai, da mãe e dos filhos! Excelente oportunidade para tratar da Liturgia dos quatro domingos do Advento com os pequenos! Confira nessa postagem no site de Dom Henrique Soares da Costa (www.domhenrique.com.br ), bispo auxiliar da Arquidiocese de Aracaju- SE (muito atuante na internet, aliás) essa sugestão para “Rito para a Coroa do Advento em família”, que ainda apresenta uma ótima explicação para o simbolismo da Coroa: http://migre.me/clqZD
Existem tantos símbolos que tem a ver com um Natal mais próximo de Cristo e com o papai noel em 2º, 3º, 4º planos!... Os sinos, a Guirlanda, estrelas, anjos, ovelhinhas e pastores, velas... A própria Bíblia! Sem falar no Presépio... E se, ao invés de enfatizar os símbolos pagãos e importados da cultura norte-americana nos enfeites (neve, botas, papais noéis, etc), nós trabalhássemos toda a riqueza da simbologia cristã? Cada símbolo é uma porta que se abre à oração e nossas crianças podem perfeitamente se envolver nessa mística também!
Desde o ano passado, aqui em casa, desenvolvemos o Calendário do Natal. A ideia é fazer a contagem regressiva até a noite de Natal e ir empolgando mesmo as crianças com a proximidade dessa data especial. Esse ano, ao invés de só marcarmos os dias que vão passando, estamos tentando trabalhar a liturgia diária também. A cada estrelinha do calendário, uma breve reflexão sobre um trecho da liturgia do dia! 

Na internet encontrei tantas opções encantadoras! Disponibilizo aqui esses dois links:
Blog Sítio da Sara, com várias ideias e opções para calendários de Advento/Natal: http://sitiodasara.blogspot.com.br/2011/11/calendario-do-advento.html  
Blog da Tia Paula, tem essa excelente ideia de um presépio espiritual e calendário, para ser meditada dia a dia, no link: http://tiapaulalimeira.blogspot.com.br/2012/11/presepio-espiritual-e-calendario-do.html
Anjinhos do Brasil, da CNBB, pelo Facebook: cada dia uma imagem bem fofinha dos anjinhos mostrando quantos dias faltam para o Natal! https://www.facebook.com/anjinhosdobrasiloficial
Outro costume maravilhoso são as novenas de Natal. Desde que eu era criança, minha mãe sempre participou das novenas de Natal na comunidade ou pelo menos pegava o livrinho na paróquia para fazermos em casa. Eu me habituei tanto que Natal sem novena, para mim, não é Natal! Desde que me casei e formei minha família, eu e meu marido (que também teve essa experiência em sua criação) fazíamos ou participávamos das Novenas na comunidade, nas casas, nos grupos, já fizemos com a família toda, já fizemos sozinhos... Como já postei aqui, ultimamente nossas novenas tem sido bem “infantis”, por causa das nossas crianças, e é sempre uma festa! Eles fazem questão de participar, de rezar, cantar, a mais velha lê a Bíblia, o papai é o catequista oficial!... São momentos muito gostosos de intimidade familiar, na presença de Jesus e de Maria, nos quais nos esforçamos por lançar as sementes da piedade nos coraçõezinhos deles e suplicamos ao Santo Espírito que regue e faça frutificar.
Ano passado, postei nossa novena aqui pelo blog ( http://migre.me/clSbd ), a desse ano postarei em breve... Mas penso que uma novena para crianças pode ser feita pelos próprios pais (ou tios, avós, professores, catequistas, etc), de maneira bem simples, com espontaneidade, ser bem sucinta, dependendo das idades das crianças, e deve conter, além da Palavra de Deus em destaque, aquelas informações que mais se observa que as crianças precisam refletir. Ora, se são nossos filhos (ou sobrinhos, ou netos, ou alunos, ou catequisandos...) são um “público” que conhecemos bem. Dou um exemplo: meus filhos precisam refletir muito sobre o Natal ser mais do que dar e receber presentes, mas antes de mais nada, um momento de oração. Por isso enfatizaremos bastante isso em nossa novena esse ano! 
Mesmo sendo simples, é sempre bom o mínimo de preparação, um roteirinho para servir de guia para os nove dias. Deixo como sugestão essa Novena da Canção Nova que encontrei no Site Catequese na Net: http://www.catequesenanet.com.br/2011/11/novena-de-natal-para-criancas.html. A CNBB lançou esse ano a Novena “Reunidos em família, Preparando a Vinda do Senhor” ( http://migre.me/clQI7 ) que vale a pena conferir, mas como disse, os responsáveis podem elaborar sua novena de acordo com suas realidades com as crianças. De fato, mesmo uma Novena de natal padrão, como a da Editora Canção Nova (http://loja.cancaonova.com/products/20042-livro-novena-de-natal) que está muito bonita, pode ser adaptada para ser meditada com as crianças!
Enfim, muitos pais se preocupam em dar uma educação de qualidade para seus filhos, cursos extras de atividades físicas e esportivas, música, inglês, bons modos dentro de casa... Muitos outros pais tem seus apostolados na Igreja e cuidam de anunciar a Palavra de Deus em seus grupos e pastorais, e o fazem com amor e dedicação. Mas e quanto a educação religiosa, à vivência familiar da religiosidade? Muitas vezes passa batida, relegada apenas à catequese quando chega o tempo de participar... Penso que devemos assumir com a mesma preocupação que devotamos à educação secular a responsabilidade de educarmos nossos pequenos com relação à fé! Que devemos assumir de fato nosso papel de primeiros catequistas das nossas crianças com a mesma dedicação que atuamos em nossas pastorais na Igreja! Sempre levando em conta a lição do § 24 do catecismo da Igreja Católica:

Aquele que ensina deve "fazer-se tudo para todos" (1 Cor 9, 22) para a todos atrair a Jesus Cristo. [...] Sobretudo, não julgue que lhe está confiada apenas uma categoria de almas e que, portanto, lhe incumbe o trabalho de ensinar e formar de modo idêntico, na verdadeira piedade, todos os fiéis, usando sempre um só e mesmo método! Atendendo a que, em Cristo Jesus, uns são como crianças recém-nascidas, outros como adolescentes e outro, finalmente, já são efetivamente adultos, é necessário que pondere com toda a diligência quais são os que precisam de leite e quais os que carecem de um alimento mais sólido. [...] Isto mesmo testemunhava de si próprio o Apóstolo. [...] Os que são chamados ao ministério da pregação devem, ao transmitir o ensino dos mistérios da fé e das normas dos costumes, adaptar as suas palavras à mentalidade e à inteligência dos seus ouvintes.

                Nossas crianças não merecem? Não valem esse esforço? Com certeza sim! Então, pais (e demais responsáveis): MÃOS À OBRA! Preparemos o Advento e o Natal das nossas crianças com mais, muito mais do que presentes! Preparemos  com essa vivência da Palavra de Deus, na presença de JESUS!