27 de julho de 2011

Eu sei quem pode...

Sempre chegam a mim muitas pessoas que me pedem ajuda em suas dificuldades pelos mais variados meios: no meio da rua, na Igreja, por uma ligação, por email, no meu portão... São tantos casos tão complexos, tão sofridos! 
Uns mais graves, outros nem tanto, mas todos importantíssimos para quem está passando pela situação. Alguns casos são urgentes, outros se arrastam há anos.
Procuro sempre ajudar e interceder por quem me procura (Gal 6,2), mas principalmente, incentivar a cada um a travar o combate da oração. Muitas vezes me sinto impotente, sem uma resposta, sem ter como ajudar.

Recentemente estava em oração por uma amiga muito querida que há anos sofre com umas questões pessoais e, na minha cabeça, tentava pensar numa maneira de ajudá-la. Deparei-me com minha total inabilidade para resolver seus problemas. 
Semana passada, um grupo me procurou pedindo conselhos sobre uns problemas com um membro. Por mais que refletisse, me vi sem uma resposta para seus anseios. 
Ontem, uma mãe desesperada implorava por oração por seu filho que passa por problemas com drogas e com a justiça. Imediatamente me ocorreu: "Se eu pudesse fazer alguma coisa..." Mas diante de mim, minha incapacidade se agigantou. 
A todos convidei com insistência: "Vamos rezar, vamos rezar!" 
E refleti: Eu pouco ou nada posso fazer por essas pessoas que me procuram, além de rezar. Eu não posso quase nada, mas sei quem pode! Ele pode! Ele pode tudo!
Eu posso ver e sentir o sofrimento da pessoa e, ao mesmo tempo, a luta intensa na tentativa de ter fé. Mesmo me solidarizando, só mesmo Deus pode alcançar a profundidade do drama que cada um de nós vive, "só Deus pode entender o que te causa dor", como canta o Dunga na música Restauração.
Então eu lanço Nele todo o meu "não poder", a minha incapacidade, o meu nada, e confio que se eu não posso, Ele pode! "Deus é poderoso até para ressuscitar alguém dentre os mortos (Heb 11, 19)", Ele pode tudo!
Sigo rezando e pedindo, incentivando a oração, confiando que  Ele ouve e que Ele pode!